segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Chaplin, Simpsons e Internet

Uns dias atrás, entrei em contato com um belo texto atribuído a Charles Chaplin. Lido e interpretado por uma atriz conhecida minha e de enorme talento, emocionou-me. Hoje, resolvi pesquisar na Internet o texto na íntegra simplesmente para publicá-lo no blog. Quem diria! O texto não era de Chaplin. É de um autor brasileiro que o escreveu recentemente e começou a repassar na Internet. Apenas na última frase ele citou um pensamento de Chaplin. Mas é a velha história do telefone sem fio. Alguém tirou as aspas, e acabou que o texto todo passou a ser atribuído a Chaplin. Coisas da Internet.

O bonito texto e a história toda está resumida neste site: http://comoutrosolhos.multiply.com/journal/item/56

É engraçado, mas o texto agora parece que perdeu um pouco do seu charme, já que não é mais atribuído a Chaplin, o que me fez lembrar de um episódio dos Simpsons. Aquele em que a Lisa faz uma pesquisa sobre o patrono da cidade, Jebediah Springfield, e descobre que ele é uma fraude. No final, não tem coragem de causar uma desilusão ou revolta geral, e acaba não contando a verdade.

Um comentário:

camila disse...

a internet aboliu a idéia de autoria!